Primeira sala popular de cinema digital do Brasil será reaberta no Rio

  • 03/07/2018 - 12h13

Fabiana Sampaio

O Ponto Cine, em Guadalupe, bairro do subúrbio do Rio de Janeiro, que está fechado desde fevereiro deste ano, por dificuldades financeiras, vai ser reaberto.

 

Um acordo firmado nesta segunda-feira (2) com o Ministério da Cultura e o Instituto Federal do Rio de Janeiro vai possibilitar o retorno das atividades do local, que é a primeira sala popular de cinema digital do Brasil.Também está prevista a realização de um curso de capacitação técnica em audiovisual para jovens da periferia.

 

O programa de capacitação terá R$ 500 mil reais de investimento federal na primeira etapa. Serão dois cursos técnicos de 160 horas cada: um em direção cinematográfica e outro em interpretação, para a formação de atores. Cada turma vai contar com 25 alunos, que ainda vão receber auxílio com passagem e alimentação para que possam frequentar as aulas.

 

O idealizador do projeto e diretor do Ponto Cine, Adeilton Medeiros, afirmou que o termo de parceria tem prazo de seis meses, mas que já está estudo novas parcerias com o Ministério da Cultura. Ele destacou o simbolismo de ter um curso de extensão no local.

 

Medeiros também relembrou o papel importante do Cine Ponto na formação de plateia para o cinema nacional.

 

O espaço exibe há 12 anos apenas filmes brasileiros a preços populares. A sala e suas diversas atividades também ajudaram a transformar a região marcada por violência, oferecendo cultura para crianças e jovens, além de trazer melhoria pra infraestrutura do local.

 

A previsão é que as inscrições para capacitação sejam abertas em outubro deste ano, juntamente com a retomada das atividades do Ponto Cine. Os cursos serão ministrados pelo espaço e certificados pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro.

Ir para a versão desktop