Ribeirinhos do Amazonas e da Índia vão trocar saberes da medicina tradicional

  • 06/09/2019 - 12h47

Renata Martins

Começa nesta sexta-feira (6) , na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Puranga Conquista, em Manaus, no Amazonas, um intercâmbio entre povos da Amazônia e da Índia.

 

O foco dessa troca de experiência é a medicina baseada nas tradições e saberes de comunidades ribeirinhas dos dois países.

 

O grupo de 16 pessoas é composto por indianos e pesquisadores brasileiros que já tiveram contato com a medicina ayurvédica.

 

Traduzida como “Ciência da Vida”, a ayurvédica é uma filosofia médica indiana milenar, que busca tratamentos naturais para a cura dos males do corpo e da alma.

 

A margem esquerda do Rio Negro, na comunidade ribeirinha Bela Vista do Jaraqui, onde vivem cercam de 450 famílias, o grupo vai conhecer experiências como as Mulheres do Jatobá, como explica a gestora da Reserva Puranga Conquista, Adila Matos.

 

Os visitantes farão trilha na floresta para reconhecimento das plantas medicinais brasileiras e vão repassar aos ribeirinhos formas de manipulação já usadas na medicina indiana. Adila Matos cita as similaridades entre os povos.

 

Especialistas em técnicas de meditação e medicina participam do intercâmbio, entre eles o médico indiano Sandeep Shirvalkar, herbologista, doutor em Ayurveda e professor da Universidade Federal do Amazonas.

 

O projeto também possibilita a troca de correspondência entre as crianças dos dois países. Por meio de cartas, elas compartilham as experiências da vida às margens do rio “Ganges”, na Índia, e a vida a beira do rio Negro.

 

O grupo fica até domingo (8) na comunidade de Bela Vista do Jaraqui.

 

Na terça-feira (10), a agenda será no Parque Estadual Sumaúma, localizado na Cidade Nova, zona norte da capital Manaus.

 

Os especialistas farão palestra sobre a medicina Ayurveda. Também haverá exposição de produtos medicinais ribeirinhos, exposição de desenhos de plantas feitos por crianças das comunidades do Amazonas e meditação guiada.

Ir para a versão desktop