Festival de Brasília do Cinema Brasileiro é suspenso por falta de recursos

  • 08/06/2020 - 13h39

Dayana Vítor

O 53º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro não vai mais ocorrer. Ele foi suspenso por tempo indeterminado, devido à falta de recursos. Os R$ 3 milhões do governo do Distrito Federal previstos para arcar com as despesas do evento foram transferidos para o combate à pandemia da Covid-19. A informação foi confirmada à Rádio Nacional pelo secretário de Cultura, Bartolomeu Rodrigues.

 

Mas, segundo Bartolomeu, o secretário de Economia, André Clemente, garantiu que tenta junto ao governador Ibaneis Rocha conseguir recursos para o Festival de Cinema. No entanto, ele avalia que o evento não deve ocorrer neste ano, mesmo que surja dinheiro. Isso porque um evento deste porte precisa de tempo para ser planejado e executado.

 

Para mostrar o descontentamento com a suspensão, o Fórum Nacional dos Organizadores de Festivais de Cinema divulgou uma nota. O texto afirma que o evento de Brasília é uma das mais relevantes manifestações do cinema nacional ao longo da sua trajetória de mais de 50 anos. E que cumpre sua função de gerar renda tanto local, como nacionalmente.

 

Um dos criadores do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Vladimir Carvalho, afirma que a suspensão é um ato contra a cultura brasileira.

 

Sonora: “Essa atitude, esse ato de governo, contra o Festival de Brasília, é também um ato contra a cultura brasileira. O Festival de Brasília é o mais brasileiro, mais legítimo, mais antigo, uma tradicional plataforma de lançamento, digamos assim, do que ocorre no cinema nacional.”

 

Vladimir e outros professores da Universidade de Brasília criaram o festival em 1965. Apenas nos anos de 1972, 1973 e 1974 não houve edições do evento.

 

 

*reportagem atualizada às 15h24 para correção de informação.

Ir para a versão desktop