Morre, aos 76 anos, Renato Barros, ícone da Jovem Guarda

  • 28/07/2020 - 16h11

Leandro Martins

Uma das mais famosas vozes da Jovem Guarda calou-se nesta terça-feira (28). Renato Barros, vocalista e guitarrista da banda 'Renato e Seus Blue Caps', morreu no Rio de Janeiro, por complicações pulmonares. O cantor, de 76 anos, estava internado há dez dias, no Hospital de Clínicas de Jacarepaguá, depois de passar por uma cirurgia no coração.

 

A banda foi uma das mais importantes do início do rock brasileiro, movimento que ficou conhecido como Jovem Guarda. Em atividade desde 1958, nos anos 1960 Renato e seus Blue Caps emplacaram vários sucessos, como as canções “Até o fim”, " Menina Linda ", “Não te esquecerei” e “Feche os Olhos”.

 

A inspiração da banda eram os Beatles. Mas, como Renato e seus parceiros não sabiam inglês, e nem conseguiam decorar as letras originais, resolveram fazer versões em português de hits do quarteto de Liverpool.

 

No ano passado, o músico foi homenageado com um livro sobre a sua trajetória: "Renato Barros: Um mito, Uma Lenda", escrito por Luzinha Zanetti.

Ir para a versão desktop