Militares são capacitados em operação contra exploração e abuso sexual

  • 08/06/2018 - 12h40

Michelle Moreira

Militares brasileiros participaram, nesta semana, de um curso da Organização das Nações Unidas (ONU), em Boa Vista (RR) sobre proteção contra a exploração e o abuso sexual.

 

Representantes da ONU explicaram os conceitos de violência sexual e como identificar situações de tráfico de pessoas.


Foram apresentados estudos de caso e esclarecidos mitos sobre o tema, bem como a forma correta de o agente de segurança entrar em ação.


A formação abordou como esses crimes ocorrem em situações de deslocamentos forçados e fluxos migratórios mistos, que reúnem refugiados e migrantes, como é o caso dos venezuelanos que chegam ao Brasil pelo estado de Roraima.


Esta é a segunda capacitação do tipo já realizada no estado. Em maio, generais e majores que coordenam as ações humanitárias nos abrigos do estado participaram da formação.


O curso é voltado para os militares que participam da Operação Acolhida, destinada a apoiar a montagem de estruturas e organização de atividades para ao acolhimento de venezuelanos que saem do país de origem por causa da crise humanitária em que vivem e ingressam no Brasil, via Roraima, em busca de melhores condições de vida.

Ir para a versão desktop