Comunidades terapêuticas terão 9,3 mil vagas para dependentes químicos com R$ 90 milhões do governo

  • 09/10/2018 - 15h11

Danyele Soares

Mais de 9,3 mil vagas serão disponibilizadas em comunidades terapêuticas para acolher dependentes químicos. As vagas serão distribuídas em 412 instituições, que foram selecionadas pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça, após um processo de avaliação da regularidade financeira e sanitária.

 

As vagas serão custeadas com recursos federais, que somam R$ 90 milhões.

 

De acordo com o presidente Michel Temer, o trabalho conjunto dessas instituições com o Poder Público é fundamental para recuperar dependentes químicos.

 

Nest es locais, os acolhidos terão atividades recreativas e de promoção de desenvolvimento, autocuidado e sociabilidade.

 

De acordo com o Ministério da Justiça, a acolhimento se dá, exclusivamente, de forma voluntária e transitória. O trabalho pode se estender por até 12 meses consecutivos ou intercalados, no intervalo de 2 anos.

 

Ainda segundo o governo, a condição para o acolhimento é a realização prévia de avaliação por médico da rede pública ou privada ou ainda pela entidade acolhedora. 

Ir para a versão desktop