Entidades lançam, em Roraima, plano nacional de apoio aos venezuelanos

  • 02/10/2018 - 20h48

Juliana Cézar Nunes

A Diocese de Roraima, em parceria com a Cáritas e outras entidades, lançou nesta terça-feira o Plano Nacional de Integração Caminhos de Solidariedade: Brasil e Venezuela.


O principal objetivo do projeto  é apoiar os grupos vindos da Venezuela para o Brasil.

 

O plano vai contar com recursos do Fundo Nacional de Solidariedade da CNBB, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, e pretende alcançar cerca de 90 Arquidioceses e Dioceses. 


De acordo com a irmã Valdiza Carvalho, coordenadora do Serviço Pastoral do Migrante em Roraima, as Arquidioceses serão convidadas a acolher imigrantes e refugiados venezuelanos.


Cristina dos Anjos, da Cáritas, conta que também estão previstas ações em Santa Elena de Uairén, na Venezuela. Serão repassadas informações aos migrantes antes mesmo que eles cheguem ao Brasil.


Nos próximos dias, uma campanha nas redes sociais e rádios católicas vai incentivar a solidariedade e a adesão ao Projeto Caminhos de Solidariedade: Brasil e Venezuela. Mais informações pelo site do projeto: www.caminhosdesolidariedade.org.

Ir para a versão desktop