Brasil teve mais de 63 mil mortes violentas em 2017, diz Human Rights Watch

  • 17/01/2019 - 18h19

Nelson Lin

O Brasil bateu recorde de mortes violentas em 2017, com mais de 63 mil casos. No mesmo ano, as mortes cometidas por policiais em serviço e de folga cresceram 20% na comparação com 2016.

 

A compilação destes dados faz parte da 29ª edição do Relatório Mundial de Direitos Humanos, divulgado nesta quinta (17) pela ONG Human Rights Watch.

 

No capítulo sobre o Brasil, o relatório chama a atenção para o aumento da letalidade policial após a intervenção federal no Rio de Janeiro, entre fevereiro e dezembro de 2018.

 

Acompanhe com Nelson Lin.

Ir para a versão desktop