Fórum de Segurança Pública mostra que em 2018 mais de 82 mil pessoas desapareceram

  • 11/09/2019 - 11h10

Victor Ribeiro

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública lançou nessa terça-feira (10) o anuário com estatísticas sobre o tema. Um dos levantamentos aponta que, ao longo do ano passado, as autoridades de segurança registram mais de 82 mil desaparecimentos de pessoas.


O Comitê Internacional da Cruz Vermelha orienta e apoia familiares de desaparecidos em todo o mundo. A coordenadora regional das Atividades de Proteção do Comitê, Marianne Pecassou, avalia que esse número pode não refletir a realidade.

 

O cientista político Tulio Kahn, que é pesquisador associado ao Fórum de Segurança Pública, concorda que o dado poderia ser melhor. De acordo com ele, nem sempre as famílias ou os próprios órgãos de segurança deixam de notificar quando uma pessoa é encontrada.

 

Uma lei sancionada este ano determina que a busca por desaparecidos deve ser feita pelas autoridades até o encerramento do caso, ou seja, até a localização dessas pessoas.

 

A lei também reconhece a complexidade da situação dos familiares dessas pessoas e determina que o Poder Público ofereça apoio adequado.

Ir para a versão desktop