Ministério da Justiça e CNJ se unem no combate ao tráfico de pessoas

  • 30/07/2020 - 15h18

Dayana Vítor

Para evitar que traficantes de pessoas façam novas vítimas, enganadas pela possibilidade de um futuro melhor, o Ministério da Justiça e o Conselho Nacional de Justiça assinaram, neste dia Mundial de Combate a esse tipo de crime, um acordo de cooperação técnica.

 

Entre as ações que serão desenvolvidas estão um guia e um curso a distância sobre o assunto. Foram nomeados os novos integrantes do Conatrap - que é o Comitê Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, para um mandato de dois anos.

 

O secretário nacional do Ministério da Justiça, Cláudio Panoeiro, afirmou que o Brasil e os Estados Unidos são parceiros no combate a esse tipo de crime.

 

O ministro da Justiça, André Mendonça, garantiu que o combate ao tráfico de pessoas é uma das prioridades da sua gestão e pediu empenho de vários órgãos para o enfrentamento.

 

O ministro das Relações Exteriores destacou as ações que sua pasta desenvolve para o combate a esse crime.

 

Além dos órgãos federais, qualquer um pode entrar na luta contra o tráfico de pessoas. Se você perceber que um amigo ou parente viajou para fora do país e pode ter sido vítima desse tipo de crime é só ligar no número 100 e fazer a denúncia.

Ir para a versão desktop