Após irregularidades, faculdade de Cuiabá é proibida de matricular novos alunos

  • 16/05/2018 - 18h36

Renata Martins

O Ministério da Educação suspendeu o ingresso de novos alunos em uma faculdade de Cuiabá (MT). A instituição foi citada com outras 26 em uma Comissão Parlamentar de Inquérito, instalada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco, por oferta irregular de educação superior. 

A medida, publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União, proíbe a Fafi (Faculdade Afirmativo) de realizar qualquer processo seletivo para novos alunos. Confira na reportagem de Renata Martins.

Ir para a versão desktop