História Hoje: União Soviética comemora Dia da Vitória como o fim da 2ª Guerra Mundial

  • 09/05/2018 - 07h00

Apresentação Márcia Dias

Em 9 de maio de 1945, a União Soviética celebrou o Dia da Vitória, na Segunda Guerra Mundial. O dia é diferente pelo marcado pela Europa, já que o documento foi assinado pelo marechal nazista Wilhelm Keitel e entregue no final da noite de 8 de maio de 1945 em Berlim, na Alemanha.

 

Mas, pelo horário de Moscou, já era 9 de maio e, por isso, na Rússia, esse dia é comemorado com o tradicional desfile militar na Praça Vermelha, em Moscou, capital do país.

 

Depois do fuzilamento de Benito Mussolini, pela resistência italiana, pelo suicídio de Adolf Hitler, em Berlim, foi acordado oficialmente o fim da Guerra. Desde o início do conflito, seis anos antes, com a invasão da Polônia pelas tropas de Hitler, mais de 50 milhões de pessoas morreram, muitas exterminadas nos campos de concentração.

 

A Alemanha confirmou a rendição incondicional à União Soviética, aos Estados Unidos e à Inglaterra, marcando o fim oficial da guerra em território europeu. O Japão se renderia somente em setembro.

 

Os aliados haviam acordado que o 9 de maio seria dia de comemoração, mas os jornalistas ocidentais lançaram a notícia da rendição alemã mais cedo que o previsto, precipitando as comemorações.  A União Soviética manteve a data combinada. E é por isso que o fim da 2ª Guerra, conhecida como a Grande Guerra Patriótica, na Rússia, e outras regiões da antiga União Soviética é celebrado no dia 9 de maio. Confira.

 

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores

Ir para a versão desktop