Ministério da Educação descongela 57% das bolsas da Capes que estavam suspensas

  • 11/09/2019 - 21h09

Victor Ribeiro

O Ministério da Educação anunciou nessa quarta-feira que vai retomar 3.182 das 5.613 bolsas para cursos de mestrado, doutorado e pós-doutorado que estavam congeladas. A decisão foi anunciada pelo ministro Abraham Weintraub, após reunião com a equipe econômica e com o presidente da Capes, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, Anderson Correia.

 

De acordo com Weintraub, as prioridades serão os programas de pós-graduação com notas mais altas: 5, 6 e 7.

 

“Nesse ano, R$ 22,5 milhões. Para o ano que vem estamos falando de uma expansão ao redor de R$ 600 milhões. Então você pega um número que você já tinha prévio, agrega R$ 600 milhões, e isso vai nos permitir expandir as bolsas 5,6 e 7”.

 

O ministro explicou que os R$ 600 milhões adicionais que serão liberados pela equipe econômica vão garantir o pagamento de todas as bolsas de estudo em uso até o fim do ano que vem. De acordo com Abraham Weintraub, são cerca de 200 mil bolsas, sendo metade para profissionais de educação e a outra metade para os demais pesquisadores.

Ir para a versão desktop