Mais da metade das escolas urbanas do país terão internet banda larga em 2020

  • 04/11/2019 - 15h51

Lucas Pordeus León

Ministério da Educação anuncia recursos para conectar mais de 24 mil escolas públicas com internet de banda larga.

 

Liberados a partir desta segunda-feira (4) mais de R$ 82 milhões para conectar à internet com banda larga 24,5 mil escolas públicas urbanas de todo o país. O anúncio foi feito pelo Ministério da Educação. Segundo o MEC, a expectativa é que esses colégios já iniciem o próximo ano letivo com acesso à banda larga.

 

Com isso, o ministério espera alcançar mais de 11,5 milhões de estudantes beneficiados. O Brasil passaria de 23 mil para mais de 47 mil escolas urbanas com internet banda larga via governo federal, o que representa 56% do total de escolas do país.

 

O MEC alerta que há unidades que podem ter acesso à tecnologia por meio das secretarias municipais ou estaduais de Educação. O ministro Abraham Weintraub argumenta que a medida também visa dar igualdade de oportunidade para quando o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) for totalmente digitalizado.

 

Outros R$ 32 milhões serão liberados para as escolas que já têm acesso à banda larga manterem o serviço. O secretário de Educação Básica do MEC, Jânio Carlos Macedo, explica que a velocidade da internet vai depender da infraestrutura de comunicação do local.

 

Sobre as escolas em áreas rurais, o ministério informou que, atualmente, cerca de 7 mil unidades de ensino recebem sinal de internet por satélite e que a meta é chegar a 8 mil escolas até o início do próximo ano, atingindo 2,5 milhões de estudantes em áreas rurais.

Ir para a versão desktop