Equipes do NBB podem retornar às quadras em agosto

  • 31/07/2020 - 11h35

Lincoln Chaves

A pandemia do novo coronavírus interrompeu a temporada do Novo Basquete Brasil (NBB) em 15 de março. Dois meses depois, os clubes decidiram cancelar o campeonato de basquete masculino, antes mesmo do mata-mata começar. A expectativa é que a bola laranja volte a quicar país afora a partir de agosto, com os treinos.

 

Essa retomada, porém, depende da liberação das autoridades sanitárias, o que varia de estado para estado e até cidade para cidade. A previsão da Liga Nacional de Basquete (LNB), responsável pelo NBB, é que a nova temporada inicie em 14 de novembro, portanto, daqui cerca de quatro meses.

 

O supervisor ténico do Sesi Franca, Lula Ferreira, entende que o torneio ainda sofrerá com o impacto da pandemia. O Franca é uma das equipes que deseja iniciar os treinos em agosto. O problema é que a cidade de Franca (SP) fica em uma região considerada crítica pelo governo paulista no combate ao coronavírus. Tanto que ainda está na Fase Vermelha, a primeira de cinco do Plano São Paulo, que flexibiliza a quarentena no estado, ou seja, só serviços essenciais podem funcionar no município por lá no momento.

 

Último campeão, diante do próprio Franca, o Flamengo é outro com a volta aos treinos prevista para agosto. Mas, ao contrário do rival, o Rubro-Negro deverá ter uma final continental pela frente antes do NBB: a da Champions League, a "Libertadores" do basquete masculino. A equipe aguarda o ganhador do confronto entre os argentinos Quimsa e San Lorenzo. Apesar de ainda não saber as datas da decisão, o clube carioca já se adapta, já que a previsão é que a disputa pelo título seja em outubro.

 

E de quanto tempo seria uma pré-temporada ideal, após tanto tempo longe de quadra? Helinho, técnico do Franca é quem responde.

 

Acompanhe a reportagem de Lincoln Chaves.

Ir para a versão desktop