Vereadores do Rio aprovam fundo que prevê R$ 26 milhões para segurança

  • 11/08/2017 - 18h57

Tatiana Alves

Um investimento de mais de R$ 26 milhões para o Rio de Janeiro. Esse é o valor do FEOP, Fundo Especial de Ordem Pública, aprovado pela Câmara Municipal do Rio.

 

O fundo prevê, para ainda este ano, a modernização e capacitação da Guarda Municipal, campanhas educativas e ampliação da compra do dia de folga do guarda, além da saída imediata para aumentar o efetivo nas ruas. Os recursos não poderão ser utilizados no pagamento de despesas relativas a remuneração de pessoal.

 

O Fundo também será usado para contratar PMs para atuarem em áreas em que seja necessário o emprego de armas de fogo, pra aumentar a sensação de segurança da população, segundo o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Amendola.

 

Os recursos para o Feop serão gerados, entre outras fontes, pelas receitas dos serviços municipais relacionados a veículos, pelo recolhimento de parte da receita das multas expedidas no âmbito municipal e pelos recursos das multas referentes à fiscalização da limpeza urbana pelos guardas municipais.

 

O projeto aprovado prevê a designação pelo prefeito de um Conselho Gestor, para garantir o controle dos recursos e prestar contas ao município sempre que requisitado. Haverá também um Conselho Consultivo, formado por voluntários com experiência comprovada na área de Ordem Pública, para dar recomendações ao Conselho Gestor.

Ir para a versão desktop