Novas tecnologias ajudam no diagnóstico precoce do câncer

  • 03/02/2018 - 12h02

Deogracia Pinto

A Inteligência artificial está sendo estudada com objetivo de melhorar o desempenho no diagnóstico e tratamento do câncer. 

 

Isso é evidenciado na colonoscopia, principal mecanismo de prevenção do câncer colorretal.

 

Anualmente, esta neoplasia é responsável por mais de 35 mil diagnósticos no Brasil, de acordo com dados no Instituto Nacional do Câncer (INCA).

 

Às vésperas do Dia Mundial do Câncer, que é neste domingo, 4 de fevereiro, vamos ouvir o médico Tomazo Franzini, diretor da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva.

 

Ele conversa com Deográcia Pinto.

 

A produção é de Joana Lima.

Ir para a versão desktop