Campanha pretende vacinar 10 milhões de adolescentes contra HPV e meningite C

  • 13/03/2018 - 20h19

Dayana Vitor

Para evitar vários tipos de câncer e casos de meningite C, o Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira uma campanha para estimular a vacinação de adolescentes contra o HPV e as meningites.

 

A ideia é incentivar 10 milhões de jovens a  procurarem o posto de saúde mais próximo de casa  para tomar as vacinas. Para isso, já estão sendo veiculadas propagandas de televisão, rádio, outdoors, cartazes, folders sobre a importância da vacinação.

 

Meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos podem ser imunizados contra o HPV. São necessárias duas doses para a efetiva proteção contra a doença. Já no caso da meningite C, a recomendação é tomar a dose de reforço entre os 11 e 14 anos. As duas vacinas estarão disponíveis durante todo o ano, como detalha o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

 

A professora de artes, Madele Cabral, tinha receio de vacinar a filha Mariana contra o HPV e procurou três pediatras para tirar as dúvidas sobre a imunização. Ela não se arrepende de ter vacinado a filha de 11 anos e recomenda que todos os pais façam o mesmo.

 

Segundo o Ministério da Saúde, desde o início da vacinação contra o HPV, quase cinco milhões de meninas já tomaram as duas doses. Enquanto, oito milhões apenas a primeira. No caso dos meninos, um milhão e seiscentos mil receberam apenas uma dose da imunização. E em breve, escolas de todo o Brasil deverão oferecer as vacinas contra o HPV e a meningite C.

Ir para a versão desktop