Minas Gerais tem 67 ônibus incendiados em dez dias de ataques

  • 13/06/2018 - 16h41

Sayonara Moreno

A Polícia de Minas Gerais continua investigando os ataques a ônibus no estado. A Polícia Militar informou que, desde o dia 3 de junho, dia que os ataques começaram, até a manhã desta quarta-feira (13), foram 67 ônibus incendiados em 40 cidades mineiras, incluindo a capital Belo Horizonte.

 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, a polícia civil procura identificar os envolvidos e policiais militares circulam pelas ruas, pontos de ônibus e ônibus coletivos, à paisana, para conter ações e identificar suspeitos.

 

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, ao falar sobre o assunto, no início dos ataques,atribuiu os atos à uma facção criminosa e pediu a colaboração dos moradores.

 


Além disso, o policiamento foi reforçado em algumas cidades que tiveram coletivos queimados. A SSP de Minas informou que, até esta quarta-feira (13), 116 pessoas foram levadas às delegacias, suspeitas de envolvimento nos crimes.

 

As investigações também são realizadas pela Polícia Federal, além das forças policiais do estado, e do gabinete do governo de Minas Gerais.

Ir para a versão desktop