Operação policial em três estados mira sonegação fiscal e tráfico internacional de drogas

  • 14/03/2019 - 16h25

Lucas Pordeus León

A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal, deflagrou nesta quinta-feira (14) uma operação para combater lavagem de dinheiro oriunda do tráfico internacional de drogas na cidade de Guajará-Mirim, em Rondônia, na fronteira com a Bolívia.

 

Foram expedidos 72 mandados de busca e apreensão em 3 estados: Rondônia, Pará e Mato Grosso.

 

A operação mobilizou 220 policiais e 22 servidores da Receita.

 

A Justiça Federal também determinou o bloqueio de R$ 70 milhões das pessoas investigadas, além de afastar preventivamente das funções gerentes e proprietários das empresas envolvidas.

 

As apurações apontam que grandes empresas exportadoras de Rondônia estariam trabalhando para lavar o dinheiro de traficantes de drogas há pelo menos 10 anos.

 

O montante seria, segundo a polícia, de centenas de milhões de reais.

 

Também foi constatado, segundo a Receita, que as mesmas empresas estariam sonegando impostos ao retirar ilegalmente de Rondônia produtos com isenção tributária exclusiva para a Área de Livre Comércio de Guajará-Mirim.

 

As projeções do fisco calculam que mais de R$ 300 milhões em impostos foram sonegados em cerca de 8 anos.

 

Os investigados podem responder pelos crimes de associação ao tráfico de drogas, evasão de divisas, lavagem de capitais e crimes contra a fazenda pública.

Ir para a versão desktop