Mutirão pretende zerar fila de espera por cirurgias infantis em Rondônia

  • 13/08/2019 - 14h31

Renata Martins

Um mutirão, que teve início este mês em hospitais públicos de Rondônia, pretende pôr fim a espera de 600 crianças que aguardam por uma cirurgia. A expectativa da Secretária de Saúde do estado é zerar a fila.

 

Segundo a direção do Hospital Infantil Cosme e Damião, 200 crianças da fila já passaram pela triagem este mês na unidade.

 

A necessidade da cirurgia foi confirmada para cerca de metade das crianças, que já estão com datas marcadas para esses procedimentos, entre eles, fimose e hérnia.

 

De acordo com o diretor do hospital infantil, Sérgio Pereira, o mutirão deve continuar nos próximos meses até que a fila esteja zerada. Sérgio também informou que ainda é possível incluir novas crianças.

 

Único hospital infantil de Rondônia, o Cosme e Damião atende ainda crianças de outras regiões, como destaca o diretor da unidade.

 

As cirurgias são realizadas no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, na capital Porto Velho, e ocorrem também à noite. A direção do hospital infantil afirmou que são realizadas de 3 a 4 cirurgias somente no período noturno. O tempo de permanência da criança não passa de 24 horas na unidade, fazendo com que esse leito gire de forma rápida.

Ir para a versão desktop