Petróleo encontrado nas praias do Nordeste pode ter vindo da Venezuela, diz Salles

  • 09/10/2019 - 15h23

Lucas Pordeus Leon

Após a Petrobras informar que o petróleo encontrado nas praias do Nordeste não é extraído pela estatal, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, citando estudo da petroleira, aponta que o óleo pode ter vindo da Venezuela.

 

O ministro fez a firmação durante audiência pública na Câmara dos Deputados para discutir o desmatamento na Amazônia. Ricardo Salles defendeu que o aumento de atividades ilegais na região explicaria o crescimento do desmatamento a partir de 2012.

 

Segundo os dados apresentados pelo ministério, o desmatamento na região Amazônica, que foi de 27 mil Km2 em 2004, caiu para quatro mil km2 em 2012, mas que depois voltou a crescer.

 

Durante a audiência, o ministro é questionado por parlamentares. A deputada Fernanda Melchionna, do PSOL gaúcho, criticou as verbas definidas pelo governo para o combate ao desmatamento em 2020.

 

O ministro rebateu as críticas de que houve uma piora no desmatamento em 2019. Ele cita anos como 2004, 2003 e 2010 como com maior índice de desmatamento, segundo dados do INPE, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

Ir para a versão desktop