Relatório dos Estados Unidos aponta impacto das mudanças climáticas na economia do país

  • 25/11/2018 - 13h49

Leandra Felipe

As mudanças climáticas já estão impactando os Estados Unidos e vão reduzi o Produto Interno Bruto (PIB) do país em 10% até 2100, caso não políticas para amenizar os efeitos das alterações climáticas não sejam adotadas.

 

Esta é a conclusão da Quarta Avaliação Nacional do Clima, um documento feito em conjunto por treze agências governamentais norte-americanas. 

 

O relatório de 1.656 páginas  detalha as consequências devastadoras do aumento das temperaturas globais na economia, saúde humana e  meio ambiente.

 

O texto afirma que o clima da Terra está mudando agora mais rápido do que em qualquer outro ponto anterior da história, e que a ação humana é a responsável direta pela mudança. 

 


Um exemplo nos Estados Unidos são os incêndios que afetam a Califórnia. Nas duas últimas semanas, o estado sofre com um dos maiores de sua história, com pelo menos 87 mortes confirmadas e 500 desaparecidos. 

 

Desde antes da eleição em 2016, o presidente Donald Trump já havia se posicionado de forma contrária às políticas globais adotadas em conjunto para amenizar o impacto das mudanças climáticas. Durante a campanha chamou o fenômeno de “ farsa". 

 

Desde que assumiu o governo, Trump desfez ações deixadas pelo governo anterior para controlar a emissão de gases na atmosfera pela indústria e retirou os Estados Unidos do Acordo Global sobre o Clima, o Acordo de Paris.

Ir para a versão desktop