Justiça federal determina uso de máscara em locais públicos ao presidente Bolsonaro

  • 23/06/2020 - 14h27

Anna Luisa Praser

Uma decisão da Justiça Federal, publicada nesta terça-feira (23), determinou que o presidente Jair Bolsonaro use máscara quando estiver circulando por espaços públicos. A sentença, emitida pela 9ª Vara Cível de Brasília, também estende essa obrigatoriedade quando o presidente estiver em estabelecimentos comerciais, industrias e até dentro de transportes coletivos.

 

Caso Bolsonaro descumpra essa determinação, terá de pagar multa diária no valor de R$2 mil. Por nota, a Advocacia-Geral da União, que atua na defesa do presidente, disse que está estudando as medidas cabíveis para reverter a liminar e preservar a independência e a harmonia entre os poderes. 

 

Esse parecer também será aplicado aos colaboradores e servidores federais, que deverão usar máscaras enquanto estiverem prestando serviço. Em caso de descumprimento, também será aplicada multa diária, mas em um valor bem maior, R$20 mil.

 

Vai ficar a cargo do Distrito Federal fiscalizar se a determinação está sendo cumprida. Vale lembrar que desde o final de abril já é obrigatório o uso de máscaras ao circular em espaços públicos aqui no Distrito Federal.

 

Inclusive, recentemente, o ex-ministro da educação, Abraham Weintraub chegou a ser multado justamente por participar, sem máscara, de atos em apoio ao presidente Jair Bolsonaro aqui em Brasília.

Ir para a versão desktop