Curso que ensina cidadãos a fiscalizar recursos públicos é destaque do Prêmio Innovare

  • 06/12/2018 - 16h00

Graziele Bezerra

A corrupção é o calcanhar de Aquiles do Brasil, na opinião do ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Carlos Ayres Brito.


Ele falou sobre o assunto nesta quinta-feira, ao comentar o destaque do Prêmio Innovare deste ano, que homenageou iniciativas desenvolvidas para aprimorar o sistema judiciário.

 

O destaque do prêmio foi para o Curso de Formação de Auditores Sociais, que ensina cidadãos a fiscalizar recursos públicos. Mais de 1.000 auditores já foram formados, impactando positivamente a fiscalização em 19 municípios maranhenses.

 

A iniciativa foi desenvolvida pelo auditor federal de finanças e controle da Controladoria Geral da União Welliton Resende Silva e está em funcionamento desde 2011 em São Luís do Maranhão.

 


Na categoria Tribunal, ganhou o projeto “Adote um Boa Noite”, do Tribunal de Justiça de São Paulo, para estimular a adoção de crianças e jovens maiores de 7 anos ou com deficiências.

 

Segundo o presidente do tribunal, desembargador Manoel de Queiroz, o projeto já foi adotado inclusive pelo Conselho Nacional de Justiça.

 

Ao todo, 654 iniciativas foram inscritas no prêmio, 12 finalistas concorreram nas categorias, Juiz, Tribunal, Defensoria Pública, Ministério Público, Advocacia e Justiça e Cidadania

Ir para a versão desktop