Marcos Pontes vai buscar mais recursos para o Programa Espacial Brasileiro

  • 09/01/2019 - 12h09

Kariane Costa

A Agência Espacial Brasileira não tem tido o sucesso que poderia ter por causa da falta de investimento no setor, nos últimos anos.

 

A opinião é do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Em entrevista ao site do Planalto, ele disse que pretende buscar mais recursos para o Programa Espacial Brasileiro.

 

O ministro também citou três prioridades para sua gestão:  a criação - junto com outros ministérios -  de uma ferramenta de suporte técnico para desenvolvimento de sistemas para dessalinização de água, a ampliação da internet banda larga para áreas remotas do país e o ensino de ciência e tecnologia nas escolas de nível fundamental e médio.

 

O ministro falou ainda do papel da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública de incentivo a estudos e projetos científicos. Disse que a ideia é abrir para parcerias com o setor privado para auxiliar e financiar novas ideias na área de pesquisa.

 

Segundo Marcos Pontes, a intenção é criar um ambiente de negócios propícios para as empresas do país que trabalhem com tecnologia.

Ir para a versão desktop