Único eclipse total lunar do ano poderá ser visto na madrugada da próxima segunda

  • 19/01/2019 - 15h08

Lígia Souto

Na madrugada do dia 21 de janeiro, próxima segunda-feira, acontece o único eclipse total da Lua de 2019. O fenômeno ocorre no momento em que a Lua é encoberta pela sombra da Terra e deixa de receber a luz do Sol diretamente. Desta vez, ele ocorrerá junto com a Superlua, que é quando o satélite está mais próximo da Terra.

 

Também chamado de Lua de Sangue, o evento só poderá ser visto novamente em 16 de maio de 2022, de acordo com a pesquisadora do Observatório Nacional, Josina Nascimento. A pesquisadora ressalta que a única coisa que pode prejudicar a visualização do eclipse é o mau tempo.

 

O eclipse tem três fases, a primeira, imperceptível a olho nu, é quando a Lua começa a entrar na sombra da Terra e fica menos brilhante. A segunda fase é o eclipse parcial, quando a Lua começa a escurecer, ao entrar na sombra do nosso planeta.

 

A última fase, o eclipse total, começa às 2h40, madrugada de segunda-feira, no horário de Brasília, e se estende por mais 1 hora e 2 minutos, quando a Lua adquire uma cor avermelhada.

Ir para a versão desktop