Lava Jato: Justiça aceita denúncias contra suspeitos de fraudes no metrô do Rio

  • 20/04/2017 - 23h53

Nanna Pôssa

O juiz Marcelo Bretas da 7ª Vara Federal Criminal aceitou nesta quinta-feira (20)  denúncias contra sete pessoas. Elas são acusadas de estarem envolvidas em fraudes na construção da Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro. Os processos fazem parte dos desdobramentos da Lava Jato no Rio. 

 

O Ministério Público Federal (MPF) diz que ex-subsecretário de Transportes do Estado, Luiz Carlos Velloso, juntamente com sua companheira Renata Monteiro e seu irmão Juscelino Gil Velloso realizaram lavagem de dinheiro.

 

A outra denúncia afirma que as empresas que compunham o consórcio Rio Barra, responsável pela construção da linha 4 do metrô,  são acusadas de pagar propina a Heitor Lopes de Sousa Júnior, diretor de Engenharia da Rio Trilhos. Ele e outras três pessoas vão responder por lavagem de dinheiro. 

 

O ex-subsecretário de Transportes e o antigo diretor de Engenharia da Rio Trilhos estão presos preventivamente desde o dia 14 de março.

 

O Procurador da República, que faz parte da força tarefa da lava jato no Rio, Jessé Ambrósio, diz que a corrupção durante o governo de Sérgio Cabral, do PMDB, era generalizada.

 

De acordo com o ministério público federal, as denúncias não são baseadas apenas em deleções premiadas, existem também outras provas como quebra de sigilos e outros documentos.

 

*Com colaboração de Vladmir Platonov.

Ir para a versão desktop