Maia admite suspender recesso parlamentar de julho caso Janot denuncie Temer

  • 16/06/2017 - 09h38

Lucas Pordeus León

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, admitiu a possibilidade de suspender o recesso parlamentar para analisar um eventual pedido de denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer.

 

De acordo com Maia, quando for feita a denúncia, ela será prioridade na Câmara, que pode suspender o tradicional recesso do meio do ano.

 

Isso porque é a Câmara dos Deputados quem autoriza abertura de processo a partir de denúncia contra o presidente da República.

 

* Áudio alterado às 13h05 de 16/06/17 para inclusão de matéria consolidada. 

Ir para a versão desktop