Parlamentares se manifestam sobre votação de parecer que recomenda arquivar denúncia contra Temer

  • 11/10/2017 - 18h42

Sumaia Vilela

Passada a leitura do parecer do deputado Bonifácio de Andrada a respeito da denúncia oferecida pela Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer e os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha, a base governista e a oposição contabilizam votos e demonstram apoio ou revolta em relação ao relatório de Andrada, que pede o arquivamento da denúncia.


Nesta quarta-feira o deputado Beto Mansur, do PRB de São Paulo, disse que a votação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara vai ser favorável a Temer.


A oposição ainda aposta no desgaste da relação entre o presidente Michel Temer e parte da base aliada, mas não na CCJ. O deputado Carlos Zaratinni, do PT de São Paulo, afirma que pode ocorrer uma virada quando a denúncia chegar ao Plenário.


Parlamentares falaram também sobre o conteúdo do relatório que pede o arquivamento da denúncia contra o presidente e os ministros.


O deputado Darcísio Perondi, do mesmo partido de Temer, o PMDB, repetiu a tese de Bonifácio de Andrada, de que o Ministério Público Federal e a Polícia Federal estão unidos com o objetivo de criminalizar a política.


Já o deputado Chico Alencar, do PSOL do Rio de Janeiro, afirma que a denúncia apresentada pela PGR é grave, e o relator Bonifácio de Andrada não atuou de forma técnica.


Segundo o deputado Beto Mansur, a votação do parecer na Comissão de Constituição e Justiça deve ocorrer na próxima terça-feira.

Ir para a versão desktop