Justiça eleitoral declara governador Flávio Dino inelegível; cabe recurso

  • 09/08/2018 - 14h47

Maíra Heinen

O pré-candidato à reeleição para o governo do Maranhão, Flávio Dino, foi declarado inelegível pela Justiça Eleitoral.


A decisão da juíza Anelise Nogueira Reginato, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, não impede a candidatura de Dino, já que ainda cabem recursos ao próprio TRE e, se for o caso, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Além de Flávio Dino, também foram declarados inelegíveis Marcio Jerry Saraiva Barroso, Luís Mendes Ferreira Filho e Domingos Alberto Alves de Sousa.


A juíza também cassou os mandatos do prefeito, Luís Mendes Ferreira Filho, e do vice, Domingos Alberto Alves de Sousa, do município de Coroatá.


Para a juíza, os políticos praticaram abuso de poder econômico, político e administrativo durante a campanha eleitoral para a chefia do Executivo Municipal, em 2016, em Coroatá.


Na decisão ela ressalta que o governador utilizou a máquina pública, realizando obra de asfaltamento no município de Coroatá como moeda de troca para a obtenção de votos para Luís Mendes Ferreira Filho e Domingos Alberto Alves de Sousa.


Nas redes sociais, Flávio Dino disse que nem ele, nem o vice-governador estão inelegíveis. Disse, também, que ainda nesta quinta-feira (9) vai pleitear normalmente o registro ao TRE e que dará início à campanha na próxima semana.

Ir para a versão desktop