Força-tarefa da Lava Jato no Paraná é prorrogada por um ano

  • 13/08/2019 - 09h09

Priscilla Mazenotti

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, prorrogou por mais um ano os trabalhos da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná.


Na prorrogação, será mantida a estrutura do grupo, que é composto por 15 procuradores, inclusive Deltan Dallagnol, que é o coordenador desta força-tarefa.

 

O grupo vai continuar com orçamento de aproximadamente R$ 800 mil para gastos com pagamentos de diárias e passagens para procuradores e servidores que estiverem no trabalho de investigação.


Esta é a quinta prorrogação dos trabalhos desde 2014, quando as investigações começaram. Nesses cinco anos, foram 61 fases da operação e 244 condenações de 159 pessoas em 50 processos. Todos pela Lava Jato no Paraná. Os crimes são vários: lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, fraude à licitação e organização criminosa, por exemplo.

Ir para a versão desktop