Pedro Krambeck, picado por naja, é preso em investigação sobre tráfico de animais

  • 29/07/2020 - 15h59

Adalto Gouveia

No Distrito Federal, a Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira, o estudante de veterinária Pedro Henrique Krambeck, de 22 anos. Ele é suspeito de crime ambiental e de tentar atrapalhar as investigações.


O jovem ficou conhecido depois de ter sido picado por uma cobra naja no início de julho. O caso já teve vários desdobramentos.


A prisão temporária faz parte da quarta fase da Operação Snake, que investiga esquema de tráfico de animais. Na semana passada, o amigo de Pedro, Gabriel Ribeiro de Moura, de 24 anos, também foi detido por suposta tentativa de ocultar provas.

Ir para a versão desktop